domingo, 27 de outubro de 2013

Animação: Sonho Americano

Vou postar o primeiro de alguns videos e animações que julgo interessante sobre assuntos que envolvam nosso cotidiano financeiro visando estimular o senso crítico das pessoas e vamos a animação que fala sobre endividamento, juros e sistema financeiro:

http://www.youtube.com/watch?v=dbz990NAH-M

sábado, 19 de outubro de 2013

Cidadania Italiana Parte II

Conforme falei no meu último post sobre atualização da minha situação da dupla cidadania italiana, informarei como esta o andamento.

Recebi as certidões de nascimento e casamento do meu trisavô que nasceu e casou em Contaria (atual Porto Viro), paguei 268 euros e fiz a transferência pelo Western Union pelo Banco do Brasil.

Analisando as certidões originais italianas verifiquei alguns erros em comparação com as certidões brasileiras e vou dar um dica para economizar com custos judiciais para as retificações e são elas:

- Entrar em contato com o cartório onde será necessária as retificações e elaborar uma petição com o pedido e os documentos que fundamentam esse pedido em anexo;

- Fundamentar essa petição com base na lei federal  6.015 de 1973 no artigo 110 que transcrevo abaixo:

Art. 110.  Os erros que não exijam qualquer indagação para a constatação imediata de necessidade de sua correção poderão ser corrigidos de ofício pelo oficial de registro no próprio cartório onde se encontrar o assentamento, mediante petição assinada pelo interessado, representante legal ou procurador, independentemente de pagamento de selos e taxas, após manifestação conclusiva do Ministério Público.(Redação dada pela Lei nº 12.100, de 2009).
        § 1o  Recebido o requerimento instruído com os documentos que comprovem o erro, o oficial submetê-lo-á ao órgão do Ministério Público que o despachará em 5 (cinco) dias. (Redação dada pela Lei nº 12.100, de 2009).
        § 2o  Quando a prova depender de dados existentes no próprio cartório, poderá o oficial certificá-lo nos autos. (Redação dada pela Lei nº 12.100, de 2009).
        § 3o  Entendendo o órgão do Ministério Público que o pedido exige maior indagação, requererá ao juiz a distribuição dos autos a um dos cartórios da circunscrição, caso em que se processará a retificação, com assistência de advogado, observado o rito sumaríssimo. (Redação dada pela Lei nº 12.100, de 2009).

        § 4o  Deferido o pedido, o oficial averbará a retificação à margem do registro, mencionando o número do protocolo e a data da sentença e seu trânsito em julgado, quando for o caso. (Redação dada pela Lei nº 12.100, de 2009).

- Monitorar o pedido de retificação junto ao cartório e nessa etapa que estou no momento.

Espero ter ajudado alguém que esteja nessa situação e qualquer dúvida estou a disposição.

Abraços e vamos caminhando em busca da dupla cidadania via materna italiana.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Bolha Brasil no Video Game também

Eu adoro video game, principalmente porque jogo campeonatos online de FIFA no PS3 e pretendo comprar o PS4 mas a notícia do preço no Brasil do PS4 é tão absurda que tenho que fazer essa notícia através desse Post.


fonte: http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2013/10/17/playstation-4-brasileiro-e-disparado-o-mais-caro-do-mundo.htm

17/10/2013 - 11h45

PlayStation 4 brasileiro é disparado o mais caro do mundo

Théo Azevedo 
Do UOL, em São Paulo

  • Comentários267
  • Divulgação
    Nos Estados Unidos, o PlayStation 4 terá preço sugerido de US$ 400
No Brasil o PlayStation 4 vai custar a "bagatela" de R$ 3.999, valor que dá ao país o indesejado título de “PS4 mais caro do mundo”. O 2º colocado, nossos 'hermanos' da Argentina, terão que pagar o equivalente a R$ 2.400 pelo aparelho, quantia que ainda assim está bem abaixo da tupiniquim.
É claro que os altos impostos que incidem sobre videogames no Brasil inflacionam o valor. Segundo a Sony, entre 60 e 70% do preço do console são impostos. Ainda assim, vale destacar que o Xbox One, que é US$ 100 mais caro que o PS4 nos EUA, por aqui vai custar R$ 2.200.
Veja o ranking:
Lógico que não vou comprar o PS4 com esse valor de 4.000,00 no Brasil e pretendo comprar fora e mostro que importa-lo e pagando os tributos sai muito mais barato conforme o exemplo abaixo: 
Calculadora na mão e valores aproximados.
PS4 US$400,00
Conversão do valor com dólar a R$2,20 arredondando para mais (nesta data esta a R$2,16.)
R$880,00
+60% de importação federal e 16%importação estadual (RJ) = 76%.
R$880,00 + 78% = R$1.548,80.
Custo real do PS4: R$1.548,80.
Valor na loja R$4.000
Alguém que pretende ou pretendia comprar o PS4, o que planejam fazer?

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Bolha no Rio de Janeiro

A dois posts atrás, postei matéria sobre a situação dos imóveis no Rio de Janeiro e hoje fiquei muito feliz com o NOBEL desse grande economista (Robert Shiller) e mais feliz ainda em ver a matéria no Jornal Nacional que tem grande audiência em nosso território.

O fato é que o Rio de Janeiro em especial, atingiu um nível surreal nos preços dos imóveis comparado a outras cidades no Brasil e principalmente com São Paulo, onde imóveis em áreas nobres dessa cidade, como higienopolis, comparados a zona sul do Rio de Janeiro estão de graça, tamanho a irrealidade  em comparação com o mercado carioca. 

Não sei aonde isso vai chegar no Rio de Janeiro, onde a cidade não teve nenhuma mudança significativa para mais que triplicar os valores desde o anúncio das olimpíadas em 02 de outubro de 2009 e esta muito mais muito longe mesmo do padrão de qualidade em transporte publico, saúde, educação e segurança com grandes cidades ao redor do mundo e digo isso porque já estive em grandes cidades ao redor do Mundo e a diferença é gigantesca e seria uma piada fazer essa comparação.

Abaixo o comparativo na matéria da Exame para o pessoal observar o que estou falando, reparem no exemplo de Copacabana de 48 m2 de 650.000 reais, bairro onde moro, comparado as demais cidades no Brasil :

fonte: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/22-imoveis-que-r-650-mil-compram-pelo-brasil#6

E aí viram a situação? Vai ver estou vivendo na nova Suiça e não consegui enxergar as mudanças mas o fato é que um NOBEL de Economia já observou que esse mercado carioca de imóveis esta para lá de inflado.