domingo, 7 de setembro de 2014

Estudos sobre o cérebro

Estava fazendo um trabalho no mestrado e em um desses trabalhos falamos sobre a compreensão e como podemos estimular o desenvolvimento do cérebro e nossas nossas emoções no ensiono e como achei bem interessante a apresentação compartilho para assistirem.

Assisti também o filme Lucy onde mostra que ainda não usamos nem 10% de forma eficiente o nosso cérebro e que através do domínio e compreensão da mais importante ferramenta do nosso corpo humano podemos fazer coisas incríveis. Recomendo o filme, muito bacana.

Abaixo o vídeo do TED:

http://video-subtitle.tedcdn.com/talk/podcast/2003/None/JeffHawkins_2003-480p-pt.mp4

4 comentários:

  1. Olá, Fábio.
    O filme Lucy é interessante como entretenimento, porém dizer que o ser humano usa 10% de sua capacidade cerebral é completo e descabido um non-sense do ponto de vista científico, como qualquer neurocientista pode atestar.
    Usamos quase toda a nossa capacidade cerebral para nos mantermos vivos.
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Mito_do_uso_de_10%25_do_c%C3%A9rebro

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou especialista nessa área mas que o filme foi interessante isso foi, achei muito legal e o video que mostrei do TED fala um pouco disso, de toda compreensão e estudos sobre o nosso cérebro e que ainda estamos muito longe de explorar toda esse potencial.

      Excluir
    2. Também não sou. Não tenho a menor dúvida de que estamos longe de compreender o funcionamento do cérebro em sua totalidade, e um livro como "A Ilusão da Alma" do Gianetti retrata bem essa ideia. O filme é interessante, principalmente como entretenimento, mas a premissa central do filme não possui muito embasamento. Enfim, apenas curiosidade.
      Abraço!

      Excluir
  2. Não conhecia esse livro e como me interesso pelo assunto vou procurar por ele, obrigado pela dica. O filme não tem base teórica e só serve para diversão e nisso ele é muito bom. Todos esses assuntos ligados ao conhecimento humano e suas potencialidades eu gosto bastante e cada passo que damos na compreensão do cérebro é uma vitória para toda humanidade e estamos bem distante da exploração total desse incrível órgão.

    ResponderExcluir