GETTY IMAGES
O New York Knicks é a franquia mais valiosa da NBA
O New York Knicks é a franquia mais valiosa da NBA
Um dos maiores prazeres que tive na vida, foi acompanhar a final olimpica de Basquete na Rio 2016, exatamente por ver os melhores jogadores do mundo reunidos, como a seleção americana composta de grandes estrelas da NBA. E certamente se eu pudesse comprar ações de times da NBA, eu compraria e espero que um dia chegue esse dia.
A economia americana sobe pelas escadas, a NBA, pelo elevador. O crescimento das franquias da principal liga de basquete do país - e do mundo - chega a ser 25 vezes maior do que o da economia norte-americana.
Além disso, com receitas que chegam a superar a casa de R$ 1 bilhão, os times da National Basketball Association valem mais do que o PIB (Produto Interno Bruto) de um ano de diversos países do planeta.
De acordo com a Forbes, os times são avaliados, em média, em US$ 1,36 bilhão. Isso significa que, juntas, as 30 equipes da liga (divididas entre as conferências Leste e Oeste) valem US$ 40,8 bilhões. Esta alta cifra é maior do que o PIB anual de muitos países, que, com montantes menores, precisam arcar com populações inteiras.
Com exceção da Oceania, todos os continentes têm países nesta lista. Na Europa, alguns representantes são Albânia (US$ 34,2 bilhões) e Armênia (US$ 26,56 bilhões). Na Ásia, a Mongólia (US$ 36,65 bilhões). As Américas podem ser representadas por Haiti (US$ 19,36 bilhões) e Nicarágua (US$ 33,49 bilhões). A grande maioria, porém, é de países africanos, como Congo (US$ 30,27 bilhões), Senegal (US$ 39,72 bilhões) e Zimbábue (US$ 28,33 bilhões), entre outros.
No topo da lista das franquias mais valiosas estão New York Knicks e Los Angeles Lakers, e o fato de terem perdido 68% dos jogos nas últimas três temporadas parece não ter prejudicado seus cofres. O time de Nova York lidera o ranking pelo segundo ano consecutivo, valendo US$ 3,3 bilhões (10% a mais que no ano passado). Já a equipe de Los Angeles é avaliada em US$ 3 bilhões, com um aumento de 11% em relação a 2016.
fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/671424_crescendo-25-vezes-mais-que-economia-dos-eua-times-da-nba-valem-mais-do-que-paises-inteiros-produzem